30 dezembro 2008

Alimentos e a TPM

Segundo a nutricionista Tatiana Ogheri, é possível conseguir alívio para os sintomas da TPM na alimentação.
Segundo a nutricionista, nervosismo, irritabilidade, depressão e crises de choro comuns nesse período são causados pelas baixas de cálcio e vitamina B6 no organismo, geralmente dez dias antes da menstruação. Ao invés de gastar fortunas com medicamentos, o melhor mesmo é optar por alimentos simples.
O cálcio é comum no leite, iogurte, queijo branco, vegetais verdes folhosos e tofu.
Já os grãos integrais, banana, batata, lentilha e levedo de cerveja são fontes naturais de vitamina B6.
Não só no chocolate, o magnésio pode ser encontrado em vegetais verdes, abacaxi, manga e milho. "Além desses, os alimentos ricos em fibras, como as frutas, legumes e verduras em geral, podem auxiliar na eliminação das fezes e do estrogênio (hormônio responsável pelo aparecimento da TPM) junto com elas", ensina Tatiana.
Outros nutrientes indicados são os ácidos graxos essenciais (linoleicos, gamalinoleico e araquidônico) encontrados no óleo de prímula e o ginkgo biloba, cujo extrato é utilizado como suplemento para reduzir inchaços. A ingestão de água, chás de ervas e alimentos diuréticos (como melancia, melão, alcachofra, água de coco) também é altamente recomendável para diminuir sensação de peso e edemas. "O ideal é consumir estes alimentos o mês todo, mas se não for possível, iniciar o consumo por volta de 15 a 10 dias antes da menstruação", recomenda Tatiana.
Também é importante:
-diminuir a gordura, sal, açúcar, queijos amarelos e cafeína (café, chá preto, bebidas a base de colas),
-diminuição da ingestão de álcool,
-parar de fumar,
-fazer exercícios regulares (aeróbicos: 20 minutos 3 vezes por semana),

29 dezembro 2008

Tratamento para TPM


Impressionante o que apenas uma tigelinha de soja fez com minha TPM. Diminuiu muito o nervosismo, a irritação e o inchaço. Já senti as mudanças de cara, na primeira refeição.

Cozinhei 3 xicaras de soja em 2L de água.
Ainda quente, adicionei 1 cebola média picada
Salsinha bem picadinha a gosto, sal e bastante azeite.

Ficou uma delícia !

26 dezembro 2008

Dicas de Alimentação

O êxito no tratamento de câncer, depende muito do estado nutricional do paciente.

Nesta fase, uma dieta equilibrada, rica em determinados nutrientes, pode providenciar uma melhor qualidade de vida, com possível redução dos efeitos colaterais e melhor reabilitação.

O paciente quando está com câncer possui algumas particularidades:


  • Diminuição da ingestão alimentar

  • Diminuição da absorção

  • Alteração do metabolismo

  • Diminuição da função imunológica

Dessa maneira, sua alimentação deve apresentar algumas mudanças. Alguns alimentos são importantes para ajudar no processo de eliminação de possíveis metais pesados, que podem estar dentro das células prejudicando sua função, tais como:

alimentos ricos em aminoácidos sulfurados como: feijão, alho e cebola;

alimentos ricos em selênio e vitamina E: castanha do pará e amêndoas.

Todas as dietas anticâncer devem incluir grãos, nozes, sementes, arroz integral, aveia, verduras crucíferas como brócolis, couve flor, repolho e couve de bruxelas.

Evite comer os seguintes alimentos: alimentos ricos em calorias mas de pouco valor nutritivo, alimentos processados e refinados, gorduras saturadas (proveniente de animais, côco e dendê), sal, açúcar ou farinha branca. Corte o álcool. Restrinja os laticínios (leite e derivados).


http://www.raintree.com.br/dicas.asp

23 dezembro 2008

Moqueca: Sugestão de Ceia de Natal


Ingredientes:

1 kg de peixe (badejo, robalo, cação, dourado ou namorado) em postas
1 maço de cebolinha verde
1 cebola média
3 dentes de alho
4 tomates
pimenta dedo de moça
azeite de oliva
urucum (ou colorau misturado em óleo de cozinha)
óleo de soja
limão


Modo de Preparar

Na panela de barro, refogue o alho, a cebola em rodelas.
Acrescente os tomates em rodelas.
Por cima, acomode as postas do peixe.
Jogue o caldo do limão por cima das postas.

Jogue por cima das postas o urucum para corar.
Pique a salsinha e jogue por cima das postas, bem como o sal.

Não ponha água, não vire as postas e cozinhe com a panela aberta. Deixe no fogo forte por 20 a 25 minutos. Balance de vez em quando a panela para que as postas de peixe não agarrem no fundo.

Rendimento: 6 pessoas.

Informações Nutricionais:

Calorias: 2468Kcal
Carboidratos: 14g
Proteínas: 369g
Lipídios: 104g




22 dezembro 2008

Suco de Melancia



Quando resolvi mudar meus hábitos, um dos primeiros sucos naturais que fiz foi o de melancia. Parei de tomar refrigerantes desde então.

Bata cubos de melancia com água gelada, se quiser, coloque um pouco de limão. Num dia quente, é o ideal.
A melancia é um diurético natural.
Cada 100 gramas de melancia (Cucurbita citrullus) contêm:
Calorias - 31kcal
Proteínas - 0,5g
Gorduras - 0,2g
Vitamina A - 410 U.l.
Vitamina B1 (Tiamina) - 25 mcg
Vitamina B2 (Riboflavina) - 35 mcg
Vitamina B3 (Niacina) - 0,20 mg
Vitamina C (Ácido ascórbico) - 9 mg
Fósforo - 12 mg
Cálcio - 7 mg
Ferro - 0,20 mg




15 dezembro 2008

Sugestão de Almoço

1 berinjela cortada em cubos refogada com azeite e alho (sal a gosto) - reserve
Refogar tomates (de preferência orgânicos), apenas no azeite - reserve

Num refratário:

1 camada berinjelas
1 camada tomates
Cobrir com queijo parmesão ralado e forno para gratinar

Se preferir, sirva sobre uma fatia de pão integral, pode ser lanche, pode ser almoço...fica uma delícia.

Além de ser uma delícia:

Estudos recentes demonstram que a berinjela tem mostrado eficácia no tratamento de hipercolesterolémia e no controle do colesterol. Recentemente, uma pesquisa realizada no Instituto de Biociências da UNESP de Botucatu - São Paulo, revelou que a berinjela pode reduzir até 30% as taxas do colesterol.
Por ser essa fruta rica em proteínas, vitaminas (A, B1, B2, B5, C), minerais (cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio) e alcalóides, que atuam diminuindo a pressão sanguínea, prevenindo a arterosclerose, os naturalistas recomendam o seu consumo para prevenir alguns males referentes ao fluxo sanguíneo.
O consumo do tomate é recomendado pelos nutricionistas por se constituir em um alimento rico em licopeno (média de 3,31 mg em 100 gr), vitaminas do complexo A e complexo B e minerais importantes, como o fósforo e o potássio, além de ácido fólico, cálcio e frutose. Quanto mais maduro, maior a concentração desses nutrientes.
O tomate possui aproximadamente 14 calorias em 100 gramas, somente.
Alguns estudos comprovam sua influência positiva no tratamento de câncer, pois o licopeno, pigmento que dá cor ao tomate, é considerado eficiente na prevenção do câncer de próstata e no fortalecimento do sistema imunológico.
De 1986 à 1998 a Universidade de Harvard (EUA) analisou os hábitos de cinqüenta mil homens. Segundo os resultados da pesquisa, os homens que consumiam molho de tomate duas vezes por semana tiveram 23% menos incidência de câncer do que outros. A pesquisa concluiu ainda que os benefícios podem ser maiores caso o tomate seja cozido, acompanhando um pouco de azeite.

14 dezembro 2008

É preciso mudar os hábitos alimentares

A alimentação integral e composta por saladas, frutas e soja, pode prevenir o câncer. Este padrão alimentar é nutricionalmente completo e contém centenas de componentes químicos inibidores da carcinogenese, conforme explica o Dr. Sidney Federmann, pesquisador sobre nutrição médica preventiva há mais de 20 anos.


Pesquisa recente, no entanto, revelou que somente a ingestão aumentada de legumes, verduras e frutas não evitou a recidiva de câncer de mama. De acordo com Dr. Sidney, isto é esperado.



Embora estes vegetais apresentem centenas de substâncias inibidoras do câncer, se as pessoas continuam ingerindo regularmente alimentos promotores do câncer, ricos em gorduras, como os queijos, manteiga, margarinas e carnes, a prevenção não será obtida.


É fundamental, para prevenirmos o câncer ou a sua recidiva, utilizarmos patê de soja ou queijo de soja no pão, alimentos com pouquíssima gordura, potentes substâncias anti-câncer.



Também é essencial que o pão, bolachas, produtos feitos com farinha de trigo sejam 100% integrais.



Também devemos utilizar o arroz integral. Os integrais também contém potentes substâncias anti-câncer e fibras, que diminuem a absorção intestinal de gorduras, explica o médico.


Ao comprar os alimentos no mercado tenha o cuidado de observar se há a inscrição na embalagem de 100% integral. Se não ficar claro, vale a pena ver a composição do produto.



Para se produzir o patê de soja simplesmente bata no liquidificador o feijão de soja cozido com alho, cebola, orégano, salsinha, cebolinha, também possuidores de compostos anti-câncer.


Consumo de carnes - O consumo de carnes deverá ser diminuido e espaçado para uma ou duas vezes por semana. As carnes preservadas, como presuntos, frios em geral, devem ser evitadas pelo seu alto teor em nitritos.



Segundo a OMS - Organização Mundial da Saúde, os nitritos demonstraram evidências convincentes de aumentar o risco de câncer.



11 dezembro 2008

Soja e Cogumelos diariamente




Mais do que consumir um alimento altamente protéico e nutritivo, incluir cogumelos e soja na alimentação diária pode ser uma medida preventiva contra doenças como o câncer.


Diante disso, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) quer mudar os hábitos alimentares dos brasileiros.


Em seus laboratórios em Brasília e Londrina, a empresa desenvolve dois trabalhos paralelos com os chamados alimentos funcionais, produtos que têm propriedades medicinais na prevenção de doenças.


Em Londrina, o pesquisador José Marcos Gontijo Mandarino conduz estudos com a soja e suas propriedades. Ele destaca o valor dos grãos na prevenção e redução de riscos de males hormonais como o câncer de mama, de colo de útero e de próstata. A soja ainda trabalha na redução dos índices de colesterol, no combate à osteoporose e atua como um anti-oxidante natural.


O pesquisador orienta no consumo diário da soja. "O ideal é começar no fim da adolescência. A soja é um alimento com propriedades preventivas. Depois que o mal ou doença se manifesta não adianta". Ele avalia que 60g de grãos de soja é uma quantidade boa para ser consumida diariamente. Mandarino ainda diz que a soja pode ser inserida na alimentação aos poucos. "Qualquer receita de bolos pode receber soja. É só substituir até um terço da farinha de trigo por farinha de soja."


Para ajudar a incluir a soja no prato do brasileiro, a Embrapa desenvolveu um site com diversas receitas de pratos salgados e sobremesas à base de soja. Algumas das delícias podem ser encontradas no endereço http://www.cnpso.embrapa.br/receitas.php.


Outra defensora da mudança no cardápio do brasileiro é a Dra. Araildes Fontes Urben. Ela é a responsável por uma pesquisa sobre cogumelos em Brasília. O estudo tem apontado bons resultados na prevenção de males como o melanoma e doenças viróticas. A pesquisadora considera o alimento pouco acessível ao público, mas é otimista. "Há dez anos não se encontrava nada além do champignon. Agora já achamos o cogumelo-piedade, shitake, shimeji, champignon-de-paris e cogumelo-gigante, entre outras variações."


A pesquisadora vê ainda um interesse maior da população em uma alimentação mais saudável. "A procura pelos cursos ministrados pela Embrapa aumentou consideravelmente", aponta. Ela explica que os cogumelos têm o dobro de proteínas da carne bovina. "É um alimento muito rico em fibras e vitaminas dos grupos B, C e D."


Como medida preventiva, a Dra. Araildes acredita que o consumo de 5g a 10g diariamente é o suficiente, e o cogumelo pode ser inserido na dieta em sopas e chás. Apostando no sucesso dos cogumelos junto ao paladar dos brasileiros, ela escreveu um livro de receitas chamado Cogumelo e Suas Delícias, à venda no site da livraria da Embrapa (http://www.sct.embrapa.br/Liv). São 65 receitas sobre como preparar os mais variados tipos de cogumelos.

Pequenas mudanças pela Vida

Um terço de todos os casos de câncer estão relacionados com a alimentação e mais da metade deles poderia ser prevenido com um estilo de vida mais saudável.

Pequenas mudanças na sua alimentação e nos seus hábitos podem fazer uma grande diferença. Pequenas adaptações no seu dia-a-dia ajudam a proteger a sua saúde.

Veja como traduzir na prática as recomendações dos especialistas:

Coma mais frutas e vegetais:

META: CONSUMIR 5 OU MAIS PORÇÕES POR DIA

  • Leve uma fruta para o trabalho
  • Carregue frutas secas (como uva-passa, damasco ou figo seco) com você
  • Faça seu suco com duas frutas diferentes
  • Sempre que possível, experimente uma fruta nova
  • Prepare vitaminas de leite ou iogurte com frutas
  • Comece sua refeição por um prato de salada de folhas
  • Enriqueça seus sanduíches incluindo alface, rúcula, agrião, tomate, cenoura, champignon etc.
  • Deixe suas tortas, risotos e sopas mais coloridos adicionando brócolis, escarola, pimentão, cenoura, ervilha, beterraba, tomate etc.
Coma mais grãos integrais :

META: PREFERIR GRÃOS INTEGRAIS AOS REFINADOS

  • No café da manhã, prefira cereais matinais integrais aos açucarados
  • Enriqueça seu leite com aveia, granola e müsli
  • Prefira biscoitos integrais
  • Substitua uma parte da farinha das suas receitas por farinha integral
  • Incremente a sua salada de frutas com aveia, granola e müsli
  • Inclua o arroz integral na sua alimentação
  • Faça lanches com pães integrais
  • Experimente massas integrais com seus molhos preferidos

Coma menos sal:

META: USAR MENOS SAL E FICAR ATENTO AO SAL ESCONDIDO

  • Utilize mais temperos, como cebola, alho e ervas frescas e secas, e diminua a quantidade de sal
  • Tire o saleiro da mesa
  • Fique atento ao sal que está escondido em embutidos, enlatados, sopas em pó, cereais matinais e preparações congeladas
  • Prove a comida antes de acrescentar sal
Reduza as gorduras:

META: PRESTAR ATENÇÃO NA GORDURA ESCONDIDA

  • Cozinhe com óleos vegetais (soja, canola, girassol, milho e algodão)
  • Tempere a salada com molhos à base de iogurte desnatado
  • Fique atento ao consumo de alimentos em que a gordura não está aparente, como frios e embutidos, sorvetes, biscoitos, patê e mortadela, e em alguns tipos de carne, como cupim, costela, picanha e bisteca
  • Prefira queijos brancos, como o minas, ricota e cottage
  • Diminua o consumo de manteiga
  • Há algumas gorduras importantes para o funcionamento do seu organismo, como aquelas provenientes dos peixes, azeitonas, azeite de oliva, castanhas e nozes. Prefira-as.

Cozinhe com saúde:

META: COZINHAR DE MANEIRA MAIS SAUDÁVEL

  • Prepare seus alimentos no forno, grelha, microondas ou no vapor
  • Evite fritar ou adicionar muito óleo para refogar
  • Ponha sua churrasqueira ou grill para funcionar e prepare carnes como maminha, patinho, frango e peixe
  • Use panelas antiaderentes, que não requerem muito óleo no preparo

Além disso, seja mais ativo:

  • Passeie com o cachorro, use a escada em vez do elevador, vá a pé aos locais próximos.
  • Mantenha um peso saudável.
  • Pare de fumar.
  • Use protetor solar.



por Marcia Daskal

10 dezembro 2008

Geladeira Anti Câncer


Nenhum alimento sozinho tem o poder de prevenir o câncer. Porém, há evidências crescentes de que a interação entre minerais, vitaminas e fitoquímicos de alimentos, especialmente os de origem vegetal, podem produzir um efeito protetor contra diversos tipos de câncer.

As recomendações do American Institute of Cancer Research são de que 2/3 do seu prato seja preenchido com vegetais, cereais integrais, grãos e frutas.

Alguns alimentos que têm mostrado atividade anticancerígena:

Tomate – rico em licopeno, um carotenóide que combate o câncer de próstata. O licopeno é mais bem absorvido dos produtos processados (como suco de tomate, molho de tomate e ketchup) do que do tomate cru. O licopeno protege também contra o câncer de endométrio, mama e pulmão.
Goiaba e melancia são outros alimentos ricos em licopeno.

Crucíferas – o brócolis, a couve-flor, a couve, o repolho, a couve-de-bruxelas fazem parte dos alimentos crucíferos. Eles são ricos em substâncias de nomes esquisitos (glucosinolatos, indol-3-carbinol, crambenos e isotiocianatos), que apresentaram, em diversas pesquisas, a capacidade de interromper o crescimento de células cancerosas, incluindo tumores de mama, endométrio, pulmão, cólon e fígado.

Cereais integrais – podem diminuir a incidência de câncer de intestino, pois contêm fibras, saponinas, fenóis, lignanas, fitoestrógenos e antioxidantes. O termo integral indica que todas as partes do grão foram aproveitadas. Alguns exemplos de cereais integrais: arroz integral, trigo sarraceno (ou mourisco), pipoca, aveia, milho, trigo para quibe (tabule), tortilla e produtos como pães e massas feitos com farinha integral.

Chá verde – O chá é a única fonte de catequinas (um tipo de flavonóide) da alimentação humana. O chá verde contém 3 vezes mais catequinas que o chá preto. Estudos demonstram que o consumo regular de chá verde pode diminuir o risco de câncer no esôfago, pâncreas, cólon e bexiga. Beba quente ou gelado.

Lembrando que na nutrição a regularidade é mais importante do que a quantidade, e que esses alimentos são, além de tudo, gostosos e versáteis, inclua-os regularmente em sua alimentação.


por Marcia Daskal

08 dezembro 2008

Alimentos Ricos em Selênio

Castanha do Pará, Castanha de caju

Aveia, Arroz integral, cereais integrais

Atum, frutos do mar, fígado, frango

Brócolis, pepino, repolho, alho, cebola

06 dezembro 2008

Sêlenio pode prevenir câncer de próstata

Homens com níveis reduzidos de selênio, elemento encontrado em certos alimentos e suplementos, têm 4 a 5 vezes mais possibilidades de contrair câncer de próstata, segundo um estudo publicado no periódico Journal of Urology.


Segundo James D. Brooks, principal autor do estudo realizado na Universidade Stanford, a pesquisa confirmou que níveis elevados de selênio no sangue estavam associados ao risco reduzido de câncer de próstata.


"Talvez a descoberta mais interessante seja o fato de o nível de selênio no sangue diminuir com a idade, um fato que não era conhecido previamente. Além disso, o estudo mostrou que existia uma conexão direta entre o selênio e o câncer de próstata: homens idosos com níveis elevados de selênio estavam sob menor risco," disse o especialista.


O estudo sugere que a ingestão de alimentos ricos em selênio, como castanha-do-pará e atum, ou a administração de suplementos alimentares podem reduzir o risco para esse tipo de câncer, o maior causador de morte entre homens.


Os pesquisadores concluíram que os resultados suportam a hipótese de que suplementos de selênio podem funcionar como redutores de risco. Como o selênio no sangue decresce com a idade, suplementos podem ser benéficos para idosos.


Um estudo maior está sendo iniciado na mesma universidade e em outros centros médicos para testar se os suplementos reduzem as taxas de câncer de próstata.


O estudo de Brooks incluiu 52 homens com câncer de próstata e 96 sem a doença. A idade média dos participantes era inferior a 69 anos. Os históricos de saúde e os riscos médicos dos participantes haviam sido rasteados por muitos anos, como parte do Baltimore Longitudinal Study of Aging.


05 dezembro 2008

Ver para Crer


A foto demonstra como o uso de agrotóxicos pode alterar a estrutura celular, acelerando sua decomposição. Ela registra a fase de decomposição de alimentos orgânicos e os chamados “convencionais”, que receberam agrotóxico. Elas foram tiradas cerca de dez dias depois de os vegetais terem sido envasados para um estudo do Centro de Pesquisa da Fundação Mokiti Okada. Segundo Fernando Augusto de Souza, coordenador geral do centro de pesquisa, quando o vegetal cresce com produtos químicos em sua estrutura, a parede celular fica mais frágil e ele resiste menos à ação de fungos e bactérias. A rapidez na decomposição dos vegetais convencionais mostra também que há menor quantidade de antioxidantes neles. Esses antioxidantes protegem as plantas dos processos de decomposição. Para os humanos, a ingestão da substância pode ajudar na prevenção de doenças como câncer e Mal de Alzheimer. A foto é boa porque ilustra aquilo que já sabemos, mas que as vezes na prática não fazemos: quanto mais consumidores optarem por alimentos orgânicos (mais saudáveis), teremos cada vez mais opções nos supermercados e preços menores.




04 dezembro 2008

Alimentos Funcionais X Câncer

Uma alimentação rica em antioxidantes é indicada para todos os tipos de cânceres.
Alimentos que estimulem o sistema imunológico devem ser adicionadas a essa dieta.
Os alimentos antioxidantes , encontram-se em especial nos vegetais, pelo que se debate cada vez mais o papel das frutas, legumes e cereais, verdadeiros alimentos funcionais, na saúde e qualidade de vida.
Alguns dos componentes da soja, dentre os quais se destacam os isoflavonóides, podem exercer efeitos protetores, e têm sido utilizados para explicar a baixa incidência de alguns cânceres no Oriente, em especial o câncer de próstata, mama e colón.
Os isoflavonóides são fito-estrógenos, que possuem semelhança estrutural com os estrógenos endógenos e apresentam atividades estrogênicas e anti-estrogênicas.
Estudos críticos atuais têm concluído que os produtos da soja são capazes de exercer efeitos fisiológicos teoricamente relacionados ao risco de alguns cânceres, mas ainda não é possível afirmar que eles possam contribuir para a baixa mortalidade por câncer na Ásia. O uso prolongado, desde a infância, pode ser mais eficiente.
Fonte: BIREME

Afinal: o que é Alimento Funcional ?

Alimento funcional é aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta usual, produz efeitos metabólicos e/ou fisiológicos e/ou efeitos benéficos à saúde, devendo ser seguro para consumo sem supervisão médica.
A eficácia e segurança desses alimentos deve ser assegurada por estudos científicos. O termo alimentos funcionais foi primeiramente introduzido no Japão em meados dos anos 80 e se refere aos alimentos processados contendo ingredientes que auxiliam funções específicas do corpo além de serem nutritivos.

Para que os benefícios sejam alcançados é necessário que o consumo desses alimentos seja regular. O ideal seria que as pessoas passassem a utilizar mais vegetais, frutas, cereais integrais em sua alimentação, já que grande parte dos componentes ativos estudados estão contidos nesse alimentos.
Uma outra dica é substituir em parte o consumo de carne de vaca, embutidos e outros produtos à base de carne vermelha por soja e derivados (especialmente carne de soja e isolados protéicos de soja) ou peixes ricos em ômega 3.

Os alimentos funcionais, ou nutracêutico, não curam doenças, apresentam princípios ativos capazes de prevenir ou reduzir seu risco. Entre as doenças mais investigadas estão as cardiovasculares, câncer, hipertensão, diabetes, doenças inflamatórias e intestinais, algumas afecções reumáticas e Mal de Alzheimer.
No entanto, esses alimentos só funcionarão se fizerem parte de uma dieta balanceada e equilibrada, acompanhada de exercícios físicos.

Uma coisa não elimina a outra

Tenho lido que muitos alimentos possuem agentes anti cancerígenos. Ainda estou aprofundando essa pesquisa, até porque tenho muito receio de sair por aí divulgando informações desse tipo que ao inves de ajudar pode atrapalhar o tratamento.
Que fique bem claro que não pretendo substituir nenhum tratamento convencional de câncer, apenas acredito que a alimentação possa ser um preventivo e um adjuvante do tratamento e da recuperação da pessoa. Pode melhor a resposta imunológica, mas nunca, nunca substituir o tratamento convencional.

Dias Difíceis

Desde o ano passado minha família passou por um momento de grande tensão: a descoberta de um câncer em uma das matriarcas da família. Na época eu me encontrava trabalhando 12hs por dia, sem finais de semana, me dedicando de corpo e alma num projeto pessoal. Mas quando recebi a notícia, com uma pessoa tão próxima e que amo tanto, fui obrigada a repensar meu estilo de vida. Queria ter mais tempo pra estar mais com aquela pessoa, queria ter mais tempo para mim também...mas ao mesmo tempo, como viver sem trabalhar? Mas o universo conspira a nosso favor quando pensamos de forma positiva, e de uma forma ou de outra, acabamos nos arranjando. Recentemente, outro diagnóstico ruim. Agora é uma corrida contra o tempo, sempre achamos que vamos ter tempo pra começar a tomar essas decisões, mudança de hábitos, de estilo de vida... esse tempo não existe mais, é agora ! Alimentação mais saudável, exercícios, tudo. Tudo o que encontrar nesse sentido quero dividir com vocês, quero focar nas mudanças saudáveis e não na doença.