22 setembro 2009

SÓDIO: o vilão

"Uma pessoa tem pressão alta quando sua pressão arterial está sempre acima de 140 X 90 mmHg" informação retirada da cartilha do Incor-Hc, daqui de São Paulo. Quando não controlada, pode prejudicar principalmente: coração, rins e cérebro.

Todos falam em usar pouco sal na preparação dos alimentos, mas como medir isso? Então vamos lá, segundo a cartilha, quem tem pressão alta deve usar apenas 2 g de sal por dia, isso equivale a 2 colheres de café rasas

Mas e o sal que vem embutido nos alimentos prontos? Muito cuidado com temperos prontos, as carnes processadas (linguiça, salsicha, presunto, etc)porque nem sempre trazem na embalagem a quantidade de sódio contida nesses alimentos.

Dê preferência aos alimentos feitos em casa, esses você tem certeza da quantidade de sal presente. E não use molhos nem temperos prontos.

Eles ainda fornecem uma tabela coma quantidade de alimentos de equivalem a 1 g de sal:

Ex:
4 azeitonas verdes = 1g de sal
3 fatias finas de bacon = 1g de sal
20 unidades de batatas chips = 1g de sal
5 unidades de bolachas cream cracker = 1g de sal
4 unidades de bolacha de água e sal = 1g de sal
1/4 de tablete de caldo concentrado de carne ou frango = 1g de sal
3 colheres de sopa de catchup = 1g de sal
1/2 unidade de linguiça calabresa = 1g de sal
1 colher de sopa de molho shoyu = 1g de sal
4 fatias finas de mortadela = 1g de sal
2 colh e 1/2 de sopa de mostarda = 1g de sal
1 pão frances = 1g de sal
2 fatias finas de presunto = 1g de sal
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado = 1g de sal
1 concha de sopa industrializada = 1g de sal

Instituto do Coração - Hospital das Clínicas da FMUSP
Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 44 São Paulo-SP
(11) 3069-5000

19 setembro 2009

Cenouras



Cenoura é a nova vedete contra o câncer de mama
Pesquisa mostra que ela reduz um dos maiores temores da menopausa




A menopausa causa temor entre muitas mulheres, e não só pelas transformações hormonais. Os riscos de câncer de mama, por exemplo, também crescem a partir desta fase: não à toa, a mamografia precisa ser feita anualmente a partir dos 40 anos de idade. Mas, além dos exames preventivos, a dieta também pode ajudar a afastar esse tipo de tumor.Adicionar porções diárias de cenoura nas refeições é a dica mais recente dos médicos no combate à doença. A indicação é resultado de uma pesquisa realizada na prestigiada Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos. Os médicos descobriram que o poder dos carotenóides, presentes nos vegetais alaranjados, ajuda as células a permanecerem saudáveis por mais tempo a novidade foi anunciada após um acompanhamento rigoroso de 12 mil pacientes, 5.700 com diagnóstico de câncer de mama e 6.300 mulheres saudáveis, para controle."Por causa do betacaroteno, a cenoura une diversos benefícios à saúde: atua como antioxidante, beneficia a visão noturna, aumenta a imunidade, dá elasticidade à pele, brilho aos cabelos e fortalece as unhas, além de atuar no metabolismo de gorduras", afirma a nutricionista do MinhaVida, Roberta Stella.Mas os cuidados precisam começar antes da menopausa os nutrientes não têm efeito quando a menstruação já foi, definitivamente, interrompida, de acordo com a pesquisa. Comer, pelo menos, duas porções diárias de alimentos ricos em caroteno diminui em até 17% os riscos de câncer de mama.A notícia é um alento, principalmente, quando se tem em vista as principais causas relacionadas, atualmente, ao câncer de mama: a idade da primeira menstruação, fatores genéticos ou o nascimento do primeiro filho. Enquanto nenhum desses elementos pode ser alterado, a dieta pode ser adaptada a padrões mais saudáveis a qualquer instante.Para variarA cenoura é campeã na oferta de betacaroteno, mas existem outras opções : acerolas, abóbora, cenoura, manga, moranga, rúcula.


16 setembro 2009

Temakis

3 fatias de salmão picado com cebolinha
½ folha de alga
30g de arroz de sushi cozido raiz forte a gosto

Ingredientes do arroz
1 xícara de arroz para sushi
1 xícara de vinagre de arroz
1/2 xícara de açúcar
Ajinomoto e sal a gosto

Modo de preparo do arroz
Cozinhe o arroz apenas com água. Junte os ingredientes do tempero ( vinagre, açúcar, ajinomoto e sal ) em um recipiente. Aqueça os ingredientes e tempere o arroz cozido.

Preparo do temaki :

Faça o recheio:

Comece cortando o salmão em fatias.
Bata levemente com a parte oposta da faca.
Pique a cebolinha e misture ao salmão. Reserve.
Pegue uma folha de nori e divida ao meio. Apenas a metade será utilizada.
Use a parte fosca da alga para receber o recheio.
Segure a alga no sentido do comprimento da mão. Coloque o arroz no meio da alga distribuído de forma uniforme.
Coloque o recheio em diagonal. Para enrolar, peque a ponta da alga que estiver à direita da sua mão e coloque-a para dentro. A outra ponta deve fechar o temaki por fora. Está pronto. Sirva imediatamente com molho shoyu.

Pra visualizar:

04 setembro 2009

Dieta Saudável

A ligação entre o consumo de verduras e a redução no risco de desenvolver câncer de próstata já havia sido demonstrada em outros estudos, mas ainda não haviam sido produzidos resultados consistentes.
Além disso, muitos estudos não haviam analisado especificamente as formas mais letais da doença.
Segundo os cientistas americanos e canadenses, o consumo de espinafre também pareceu estar associado a uma redução no risco de desenvolver câncer de próstata, mas a melhora não parece ter sido significativa para casos de câncer que se espalham para além da próstata.
"O câncer agressivo de próstata é biologicamente virulento e está associado com prognósticos ruins. Se a associação que nós observamos se revelar causal, uma possível forma de reduzir o impacto dessa doença pode ser a prevenção primária por meio do aumento do consumo de brócolis, couve-flor e possivelmente espinafre", disse a responsável pelo estudo, Victoria Kirsch, do Cancer Care Ontario.
Kirsch ressaltou, no entanto, que os homens que queiram prevenir o câncer não devem apenas comer brócolis e couve-flor, mas devem ter um estilo de vida mais saudável de forma geral.
Entidades ligadas à prevenção do câncer também alertaram para a necessidade de se manter uma dieta saudável e não atribuir importância excessiva a um alimento específico.
"Quando o assunto é comida, não há nenhuma 'superfruta' ou 'superverdura' em particular que vai proteger você do câncer"", disse Kat Arney, da britânica Cancer Research UK.
"Especialistas já provaram que a melhor forma de reduzir o seu risco de desenvolver vários tipos de câncer é comer uma dieta balanceada. Isso significa incluir pelo menos cinco porções diárias de uma variedade de fruta e verduras, incluindo brócolis e couve-flor."